Um dia pior que o outro.

Desde o dia 16 de Novembro de 2016 quando um helicóptero da PMERJ que, sobrevoava a comunidade auxiliando em um confronto, caiu deixando quatro polícias mortos a situação na Cidade de Deus piorou bastante.

Acontece que desde então diversas operações são realizadas semanalmente ou quase que diariamente na tentativa de repressão ao tráfico de drogas na localidade. Geralmente as operações acontecem em períodos diurnos entre o início da manhã e o final da tarde, deixando então muita das vezes pelo menos mil crianças sem aula devido a interrupção das atividades escolares dentro da comunidade. Após algumas reuniões com o comandante responsável pelo 18º Batalhão de Polícia Militar que atua na comunidade, os confrontos tiveram uma leve melhora tornando o nível de confiança um pouco mais confortável, porém ainda muito instável.

Por volta de duas semanas as operações tem sido realizadas em horários diferentes, “facilitando” os trabalhadores que saem mais cedo, por volta das 7h da manhã, já que as operações têm se dado em torno das 10 horas da manhã como ocorreu na última quarta feira dia 19 de Abril de 2017.

Hoje dia 21 de Abril, feriado de Tiradentes, não foi diferente, o confronto que durou pelo menos 1 hora a partir das 10 da manhã, sendo mais intenso nas localidades conhecida como quinze, beira do rio, lazer e laminha, deixou o saldo bem negativo para nossos moradores que acordaram de forma brusca e amedrontadora com os fortes e intensos disparos que só serviu para destruir a estabilidade emocional e o patrimônio pessoal consquistado com muito esforço. Muitas casas, carros e até mesmo transformadores foram alvo está manhã.

Por aqui, tem sido um dia pior que o outro, infelizmente.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: